terça-feira, 18 de abril de 2017

Uma pequena casa de chá em Cabul de Deborah Rodriguez



Sinopse: Sunny é a orgulhosa proprietária de uma pequena casa de chá no coração do Afeganistão e precisa de um plano genial – e rápido – para manter o local e os clientes seguros. Yasmina, uma jovem grávida que fora roubada de seu distante vilarejo e abandonada nas ruas violentas de Cabul. Candace, uma americana rica que finalmente trocou o marido pelo amante afegão, o enigmático Wakil. Isabel, uma jornalista determinada com um segredo que pode privá-la da maior reportagem de sua vida. Halajan, a “mãe” do grupo, uma idosa cujo antigo caso de amor vai contra todas as regras. Essa pequena casa de chá em Cabul atende homens e mulheres, expatriados, funcionários da ONU e mercenários; todos em busca de um momento de paz em uma região onde a tensão paira no ar e uma bomba pode explodir a qualquer momento, mas também se torna o cenário para o encontro dessas cinco mulheres que, mesmo tão diferentes entre si, compartilham segredos e tornam-se amigas com uma relação extraordinária.

Drama / Chick-lit / Romance / Ficção / Literatura Estrangeira / Jovem adulto

Resenha: Comovente

Nesse livro temos a historia de Sunny que encontrou um lar num lugar que fica no meio de uma das maiores zonas de guerra do mundo! A vida na casa de chá é realmente cheia de perigo e muito trabalho. Sunny tem sua vida entrelaçada com outros personagens que sofrem com os conflitos da região. Yasmina é uma das personagens que mais me faz sentir o que uma mulher sofre dentro da tradição afegã.
A história nos mostra uma parte do horror que vivem as pessoas que seguem o Islamismo e tem suas palavras distorcidas pelo talibã e no sentido inverso temos a fé viva islâmica que com suas palavras no alcorão move cada pessoa para fazer o seu melhor.
Assim como em outras religiões existem palavras e formas tradicionais que são distorcidas causando confusão entre as pessoas.
Nesse livro temos uma vida sendo gerada que precisa ser protegida por Sunny e sua casa de chá por um motivo nobre, a mãe Yasmina é uma jovem viúva que se continuar sem abrigo pode ser assassinada junto com seu bebê ou jogada nas ruas para viver na mendicância. Devo acrescentar que esse livro para mim é especial por que me fez ver a vida das pessoas do Afeganistão com outros olhos e tenho absoluta certeza que quem puder ler vai se emocionar e sentir o quanto vale o amor verdadeiro. Recomendo esse livro com 5 estrelas!

2 comentários:

  1. Adorei a premissa do livro e a resenha, parabéns pelo blog, já coloquei na listinha de leituras!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Adorei a resenha, não conhecia o livro ainda, mas já fiquei bem interessada em me emocionar com essa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir

Comentar é dizer o que sente e o que pensa. Fique a vontade e sejam bem vindos!

Lendo